Slide Foi em 2001, no contacto com as Crianças e com as Equipas da “Clínica do Parque” e da “Clínica da Encarnação” - Unidade de Primeira Infância do Hospital Dona Estefânia, que Vera de Oliveira, fundadora do Incorp, se deixou influenciar por um certa maneira de observar e intervir com a Criança. A nossa História e missão

Corpo Clínico

História e missão

O INCORP é um consultório especializado no Desenvolvimento da Criança, nas várias etapas da sua vida, e no acompanhamento familiar.

Saiba como nascemos em 2003. Qual a nossa identidade e os nossos alicerces metodológicos. Porque razão somos considerados um centro de referência na área do Desenvolvimento Infantil e Familiar. Em que áreas somos especialistas, e como aliamos a Prática Clínica à Investigação.

A nossa história

O trabalho em prol da dignidade da criança

O Voo

Especialistas em Psicomotricidade

Um grande marco desta Clínica é a Psicomotricidade. Trata-se de uma Psicomotricidade Relacional de âmbito Clínico, com raízes na Pedagogia Terapêutica de João dos Santos e aprofundada na prática de um grande Mestre, o Professor João Antunes da Costa, que implica uma certa maneira de observar e de estar com a criança.

Uma maneira que reconhece que, para que a criança possa aprender (a ler, escrever, contar... falar...) precisa muito mais do que saber juntar letras em palavras e palavras em frases...

... precisa passar por um conhecimento vivido do seu corpo, do espaço, do tempo e dos objetos. Precisa sobretudo de sentir o movimento, os materiais, o mundo à sua volta... e os outros...

Em 2003 nascemos do sonho de trabalhar PARA A CRIANÇA.

Setúbal era nessa altura quase uma planície na área da Saúde Mental Infanto-Juvenil. A equipa era constituída por apenas três terapeutas, a trabalhar com este propósito comum.

É importante referir que na clínica infantil a criança surge-nos, pelos mais variados motivos. Entre os muitos que tendem a turvar a sua dignidade de Ser Criança, estão as dificuldades ou bloqueios na aprendizagem. Este é apenas um dos sinais mais frequentes, mesmo que possa não ser o cerne da questão, mas mais uma consequência ou sintoma de algo que se passa, com origem e/ou repercussões afetivas e emocionais.

A nossa história

O começo

Foi em 2001, no contacto com as Crianças e com as Equipas da “Clínica do Parque” e da “Clínica da Encarnação” - Unidade de Primeira Infância do Hospital Dona Estefânia, que Vera de Oliveira, fundadora do Incorp, se deixou influenciar por um certa maneira de observar e intervir com a Criança.

Tratavam-se de equipas de referência nacional e internacional, ainda cunhadas pela influência marcada do Doutor João dos Santos (médico psicanalista, professor, impulsionador da Pedagogia Terapêutica e criador da Moderna Saúde Mental Infantil em Portugal).

João dos Santos afirmava: “O segredo do Homem é a própria Infância”.
Insurgia-se não só́ contra a “improvisação de diagnósticos e terapias sem fundamentação científica, mas também contra uma prática clínica sem compreensão intuitiva e sem empatia”. [cf. Entrevista a João dos Santos, Diário da República, 4.11.1984]

Foi neste ambiente de boas práticas clínicas, com essas equipas repletas de profissionais de renome, como Maria José Vidigal, João Antunes da Costa, entre muitos outros, que Vera Oliveira envolveu-se profundamente no conhecimento da Saúde Mental Infantil, sobre a importância das relações e das emoções no desenvolvimento da criança, futuro adulto. Tendo aqui começado a influência de todo o trabalho que hoje, e há já 18 anos, desenvolve e dirige à Criança e às suas Famílias no INCORP.

Conhecedoras destes sinais na Infância, foi constituído um formato de equipa pluridisciplinar, composto por uma Psicomotricista, uma Terapeuta da fala e uma Psicóloga Clínica. Neste formato fomos a primeira clínica em Setúbal a organizar um grupo de rastreios nas dificuldades de aprendizagem, colaborando com as escolas do Distrito de Setúbal, na deteção atempada de bloqueios no desenvolvimento emocional, motor, linguístico, cognitivo, com expressão na aprendizagem.

Foi através de um trabalho sério de desenvolvimento e recuperação destas crianças e respetivas famílias, que o INCORP iniciou o seu reconhecimento na comunidade. Hoje reconhecido como centro de referência, alargado à área do Desenvolvimento Infantil e Familiar.

“Clínica Familiar” é um termo que continua a acompanhar-nos, e que caracteriza a dedicação que entregamos a cada Criança e a cada Família.

A Nossa Família também foi crescendo...
Integrámos ao longo destes anos de trabalho e investigação, outros profissionais, com recursos muito específicos face às novas necessidades das Crianças e das Famílias.

Mas não só de uma forma sensorio-motora, mas concomitantemente afetivo-emocional. “Se a sensorialidade não transportar em si o afeto... a aprendizagem fica memorizada, mas sem identificação afetiva, portanto não terá grande utilidade”. (Costa, J. 2018).

Integra-se neste propósito o conceito das “memórias afetivas” referidas pelo Nobel das neurociências, António Damásio, que fazem com que retenhamos a informação e progressivamente possamos aprender coisas, sobre alguma coisa amadurecida com estes conhecimentos e experiências ganhou a sua Identidade e os seus alicerces metodológicos, o Instituto do Conhecimento Relacional e da Psicomotricidade: INCORP.

O Voo

Porque somos Especialistas?

Especializámo-nos em Métodos de Diagnóstico e de Tratamento para Perturbações Específicas

  • Perturbações do Desenvolvimento e Espectro do Autismo,
  • PHDA (Hiperatividade e Défice de Atenção)
  • Epilepsia e outras Perturbações Neurológicas
  • Perturbações Regulatórias (da Integração e Modulação Sensorial)
  • Perturbações do Comportamento e da Personalidade
  • Perturbações da Ansiedade
  • Perturbações da Alimentação
  • Trissomia 21 e outras
  • Perturbações do Desenvolvimento
  • Pertubações do espectro do Autismo
  • Dificuldades Específicas da Linguagem
  • Perturbações Específicas da Linguagem
  • Alterações da Fala
  • Dificuldades específicas da Aprendizagem (leitura e escrita)
  • Disfunções respiratórias (respiradores orais)
  • Gaguez

Métodos de Diagnóstico e de Tratamento para Áreas Específicas

  • Desenvolvimento Psicomotor do Bebé
  • Desenvolvimento Psicomotor Infanto-Juvenil
  • Comunicação e Relação
  • Atenção, Concentração e Motivação
  • Comportamentos de risco
  • Linguagem e Fala
  • Comportamento Irritável
  • Maturidade escolar: competências de pré-escrita
  • Controlo tónico-postural e motor
  • Organização práxica (praxia global e fina, coordenação),
  • Lateralidade
  • Esquema corporal
  • Ritmo e Organização Espacial
  • Visuomotricidade

INCORP

Supervisão Clínica

A supervisão clínica, que é realizada aos técnicos do INCORP, por especialistas externos à equipa, é outro fator que nos mantém focados, ativos e atualizados, em cada caso que acompanhamos.

O INCORP cumpre elevados requisitos legais de qualidade e segurança, necessários ao adequado funcionamento e prestação de cuidados de saúde aos seus utentes. Encontra-se por isso regulamentado pela Entidade Reguladora da Saúde (ERS). Nº de Registo: E137136.

INCORP

Prática clínica aliada à investigação

A direção clínica do INCORP, foi durante mais de 8 anos conjugada com a docência universitária e a investigação. Essa experiência traduziu-se num rigor metodológico, que se mantém aplicado a todas as práticas clínicas e aos novos projetos de intervenção preconizados no INCORP.

“Aliar a prática clínica à investigação em recentes métodos de intervenção, nas dificuldades de aprendizagem, nas perturbações do espectro do autismo, ou noutras áreas do desenvolvimento infantil, permite conduzir o trabalho clínico a resultados efetivos”.

Continuaremos dedicados a Si.
Vera de Oliveira Coimbra

Parceiros / Protocolos

TOPO